Mar 2014 - Mar 2016

Isolar, cultivar e caracterizar os agentes patogénicos das microalgas verdes Haematococus e Chlorella

O projeto AlgaEcoID teve como objetivo isolar, cultivar e caracterizar os organismos patogénicos das microalgas verdes Haematococcus pluvialis e Chlorella vulgaris no laboratório, a fim de desenvolver uma visão básica sobre sua identidade, ciclo de vida e biologia. Haverá uma técnica de deteção molecular para identificação precoce de sua presença. A A4F compromete-se a identificar genótipos resistentes à infeção. Estes não serão apenas de interesse imediato para a produção industrial, mas também constituem uma base experimental para obter uma visão mais aprofundada sobre os processos subjacentes à resistência a doenças de algas e à biologia do patogénio (por exemplo, requisitos metabólicos) utilizando transcriptomas. Os conhecimentos adquiridos sobre esses patogénios informarão projeto(s) seguintes com vista a (i) desenvolver o conhecimento para controlar os surtos epidémicos e (ii) desenvolver estratégias para gerar estirpes resistentes aos patogénios.

Espécies de microalgas: Haematococcus pluvialis e Chlorella vulgaris

Programa

GENOMIA FUND

Budget

Information Unavailable

Duration

24 months

Partners

SAMS (coordenador)

A4F Role

A A4F foi um agente co-financiador do projeto e esteve envolvida na produção de amostras de microalgas e patógenos e na identificação de possíveis variantes genotípicas resistentes. Essas amostras foram então passadas para o SAMS para posterior elucidação do ciclo de vida e razões metabólicas e genéticas para a resistência.

Website

http://www.sams.ac.uk/claire-gachon/Genomia