Oct 2012 - Oct 2016

Comunidades fotossintéticas na produção industrial

O PHOTO.COMM envolve a utilização de microalgas para a conversão de CO2 e H2O em produtos químicos e combustíveis, para substituir diretamente os combustíveis e produtos fósseis finitos. O PHOTO.COMM tem o objetivo principal de gerar os cientistas da próxima geração que farão uma contribuição substancial e potencialmente revolucionária para esse desafio global. Neste projeto, a composição de espécies será determinada por métodos tradicionais e moleculares, e o crescimento e as características das culturas serão caracterizados em detalhe usando abordagens metagenómicas. Após esta triagem, novas linhagens de cianobactérias e algas eucarióticas serão projetadas, para melhorar sua eficiência fotossintética, s suas taxas de fixação de CO2 e as suas características de absorção de nutrientes. Estas serão então utilizadas para gerar novas comunidades sintéticas, cujo desempenho será comparado com culturas naturais, que serão analisadas também por modelos matemáticos. Esse conhecimento permitirá que o programa PHOTO.COMM construa uma base de conhecimento que ofereça novas culturas mistas com habilidades superiores para uso industrial.

Espécies de microalgas: Chlamydomonas reinhardtii e Chlorella vulgaris

Programa

FP7

Budget

Information Unavailable

Duration

48 months

Partners

Kobenhavns Universitet (Coordinator), Dinamarca

A, universidade, de, warwick, reino unido

O chanceler, mestres e estudiosos da Universidade de Cambridge, Reino Unido

Turun Yliopisto, Finlândia

Albert-Ludwigs-Universitaet Freiburg, Alemanha

Technion - Instituto de Tecnologia de Israel, Israel

Nova Green Projektmanagement GMBH, Alemanha

Algas Biotech SL, Espanha

Universidade de Kent, Reino Unido

Faculdade Imperial de Ciência, Tecnologia e Medicina, Reino Unido

A4F Role

A A4F foi envolvida por hospedar permanentemente um pesquisador de pós-doutorado que desenvolveu pesquisas no cultivo mixotrófico de Chlorella vulgaris e outras cepas de microalgas de valor comercial. A A4F também recebeu estudantes visitantes que realizaram o cultivo em escala piloto de cepas geneticamente modificadas de Chlamydomonas como uma plataforma biotecnológica para a produção de compostos de alto valor. Consórcios de bactérias e microalgas que se formaram nessas culturas também foram amostrados e analisados por A4F e parceiros.

Website

http://photocomm.ku.dk